Rio Branco, Acre,


No Maracanã, Flu confia em fase artilheira de Nenê e Vasco quer retomar liderança

Com sete pontos, o Fluminense aparece em sétimo lugar na tabela de classificação do Brasileirão

Fluminense e Vasco se enfrentam neste sábado, às 19 horas, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico será disputado no Maracanã e opõe rivais com objetivos distintos. O time tricolor confia na fase artilheira do veterano Nenê para embalar na temporada e a equipe cruzmaltino aposta em Cano para voltar à liderança.

 Com sete pontos, o Fluminense aparece em sétimo lugar na tabela de classificação do Brasileirão. Já o Vasco está invicto e é o vice-líder, com 10 pontos somados e um jogo a menos, da primeira rodada, que foi adiado. Para voltar à ponta, o time de São Januário tem de vencer o clássico e torcer para o Internacional tropeçar na rodada.
A aposta do Vasco é o atacante Germán Cano, artilheiro da equipe no ano, com 12 gols. Ele é um dos goleadores do Brasileirão, com três gols, mesmo número de Nenê, principal trunfo do Fluminense.

O meio-campista vive grande fase e, com 15 gols, é o jogador da Série A que mais vezes balançou as redes neste ano ao lado de Tiago Orobó, do Fortaleza. No último duelo, o veterano foi decisivo ao marcar três vezes no triunfo por 3 a 0 sobre o Figueirense que garantiu o time tricolor na quarta fase da Copa do Brasil.

PUBLICIDADE

Os holofotes recaem sobre Cano e Nenê, mas há outros dois que correm por fora como candidatos protagonismo: Michel Araújo e Benítez. A dupla é peça-chave no meio-campo de Fluminense e Vasco. O uruguaio tricolor e o argentino vascaíno “carregam o piano” para fazer a engrenagem de cada equipe funcionar.

Ambos tiveram ótimo desempenho na classificação de seus times na Copa do Brasil, com Benítez sendo decisivo ao marcar um gol e dar outra assistência na vitória do Vasco sobre o Goiás por 2 a 1. No primeiro e único clássico entra os rivais disputado neste ano, e vencido pelo Fluminense por 2 a 0, tanto Michel Araújo como Benítez eram reservas. Agora, são titulares e essenciais para suas equipes.

Do lado do Flu, o técnico Odair Hellmann não terá o goleiro Muriel, com um desconforto muscular na perna esquerda. Ele será substituído por Marcos Felipe. É provável que seja o único desfalque. Com isso, o treinador deve mandar a campo o mesmo time da última terça-feira, que iniciou o jogo diante do Figueirense.

A novidade deve estar no banco: o atacante Luiz Henrique, que ficou fora do último confronto, mas treinou normalmente antes do clássico e está liberado para voltar. Yuri. O mesmo sentiu dores diante do Figueirense, mas precisou nem passar por exames e não preocupa.

No Vasco, a principal baixa é o atacante Vinícius. O jovem, que retornou de lesão recentemente, testou positivo para a covid-19 e ficará em isolamento por 10 dias. Considerando todos os exames desde o começo da pandemia, 22 jogadores do elenco já contraíram o coronavírus.

O volante Bruno Gomes também está infectado e é outro que virou desfalque porque cumpre o período de isolamento. Andrey está suspenso e também não joga. Assim, o técnico Ramon Menezes não poderá escalar dois de seus principais volantes.

Guilherme Parede deve ficar com a vaga de Vinícius no ataque. Bruno César corre por fora. Neto Borges, Miranda e Carlinhos são as opções para jogar ao lado de Fellipe Bastos. Nenhum dos três é volante e qualquer um que for escolhido será improvisado. O mais cotado é Carlinhos, que joga como meia, mas mais adiantado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up