28.3 C
Rio Branco
18 junho, 2021 3:50 pm

Tentativa frustrada de roubo acaba com bandido morto e duas vítimas baleadas em Rio Branco

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e enviou duas ambulâncias de suporte avançado

POR ITHAMAR SOUZA, PARA CONTILNET

O criminoso Wivile Ferreira, de 22 anos, foi atingido com dois tiros e morreu ao dar entrada no setor de emergência do pronto-socorro de Rio Branco, na manhã desta sexta-feira (4). Na mesma ação na qual Wivile foi baleado e outra pessoa foi ferida a tiro. O fato aconteceu durante uma tentativa de roubo na rua 16 de outubro, no bairro Quinze, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, o bandido Wivile estava armado e caminhando em via pública, quando rendeu a primeira vítima que estava saindo da própria residência em uma motocicleta. Wivile rendeu o homem e roubou uma aliança e a carteira da vítima, e ainda tentou fugir na moto, mas o veículo não funcionou. Enfurecido, o bandido efetuou um disparo com uma escopeta calibre 28 contra a vítima, que foi atingida de raspão na barriga. Após a ação, o bandido fugiu correndo.

A cerca de 500 metros, o meliante fez uma nova vítima, o trabalhador José Augusto Vieira, 58 anos, que saía da garagem da própria casa com um carro modelo Cros Fox de cor vermelha. O bandido colocou a escopeta na cabeça da vítima e tentou roubar o carro, mas um agente de segurança, que já vinha acompanhado o bandido no primeiro roubo, percebeu a outra ação, efetuou três tiros e Wivile foi atingido por dois disparos, sendo um no peito e outro na virilha. Durante os disparos a vítima, o senhor José Augusto também foi atingido com um tiro na região do abdômen.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e enviou duas ambulâncias de suporte avançado. Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos aos baleados que foram encaminhados ao pronto-socorro de Rio Branco. O estado de saúde do senhor José Augusto é estável. Já o criminoso Wivile morreu após da entrada no setor de emergência do PS.

Policiais militares do 2° Batalhão estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos da perícia criminal. Os PMs apreenderam a arma de fogo calibre 28 que foi usada pelo bandido com uma munição deflagrada.

O caso agora passa a ser investigado pela Polícia Civil do Acre.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.