Reforma de Gladson é aprovada nas comissões da Aleac sob embates entre deputados

Os membros das Comissões de Constituição, Justiça, Orçamento e Serviço Público aprovaram nesta quarta-feira (15), o texto da matéria da reforma administrativa proposta pelo governador Gladson Cameli, que prevê a criação de novas secretarias, muda a nomenclatura e estrutura da administração pública e cria novos cargos.

Após ataques e embates entre deputados da base governista e de oposição, a discussão da matéria durou cerca de 3 horas.

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), propôs uma emenda para tirar do texto o artigo 3º, parágrafo 2º, que autoriza o Estado a criar cargos comissionados sem um limite específico. Porém, a emenda foi barrada por 9 votos a 4.

Em seguida, a matéria foi aprovada em sua total integralidade por 11 votos a favor e apenas 2 contras.

Apenas Emerson Jarude (MDB) e Edvaldo Magalhães (PCdoB), foram contrários à proposta. Os deputados Fagner Calegário (Podemos) e Eduardo Ribeiro (PSD) votaram favoráveis, entretanto, ressaltaram que o artigo 3 do texto pode ser enquadrado na legislação e ser considerado inconstitucional.

A matéria segue agora para apreciação no plenário da Aleac.

PUBLICIDADE