Céline Dion diz que luta contra doença incurável por causa dos filhos

Diagnostica com Síndrome da Pessoa Rígida, a cantora Céline Dion tem três filhos, René-Charles, Nelson e Eddy

A cantora Céline Dion revelou que encontra forças nos filhos para lidar com a Síndrome da Pessoa Rígida. Mãe de René-Charles, de 23 anos, e dos gêmeos Nelson e Eddy, de 13, ela foi diagnosticada com a doença incurável em 2022.

Em entrevista à People, ela lembrou que ficou viúva em 2016 e passou por processo difícil para superar a perda. “Mal conseguia andar em um ponto e estava perdendo muito da vida. Meus filhos começaram a perceber […] e expliquei para eles: ‘Vocês perderam o pai, mas a sua mãe tem uma condição neurológica, é diferente’. Não vou morrer, é algo com o qual vou ter que aprender a viver”, relatou.

Céline também compartilhou, em entrevista ao The Today Show, da norte-americana NBC, que sofre com espasmos na garganta e que isso a impede de controlar o tom de voz.

“É como se alguém estivesse te estrangulando, é como se alguém empurrasse suas cordas vocais. Você fica falando assim [imitando voz fina] e você não pode subir ou descer o tom. Vira um espasmo”, contou.

Ela disse ainda que os primeiros sintomas de espasmos foram na garganta, mas que logo eles se espalharam pelo corpo. Na conversa, ela falou sobre a sensação em áreas como abdômen, espinha e costelas.

Além dos espasmos, que costumam provocar dores, a Síndrome da Pessoa Rígida também desencadeia rigidez muscular. Assim, com o tempo, as pessoas costumam ter menos reflexos.

Céline Dion promete que vai voltar aos palcos após doença

Diagnosticada com Síndrome da Pessoa Rígida, a cantora Céline Dion deu uma entrevista emocionante para a jornalista Hoda Kotb, exibida na NBC.

A cantora, que vem lutando contra a doença desde 2022, prometeu que vai voltar aos palcos. E deu uma declaração forte: “Vou voltar aos palcos nem que precise engatinhar”.

A SPR é uma doença neurológica que atinge uma pessoa a cada um milhão. A condição causa rigidez nos músculos do corpo e espasmos dolorosos. Em alguns casos, os tremores podem ser capazes de provocar rachaduras ósseas e crises de falta de ar.

Céline Dion ganhará um documentário, no Amazon Prime Video, com estreia prevista para 25 de junho

Céline Dion revela que teve costela quebrada por conta de doença rara

Em entrevista ao Today Show, que irá ao ar em 11 de junho, a Céline detalhou as dificuldades de conviver com a condição rara. “Eu cheguei a quebrar costelas em um determinado ponto. Às vezes, quando é muito grave, pode quebrar algumas costelas. Infelizmente, esses espasmos afetam todos os aspectos da minha vida diária… às vezes causando dificuldades quando ando e não me permitindo usar as cordas vocais para cantar como estou acostumada”, afirmou.

De acordo com a cantora, além de afetar suas funções motoras e neurológicas, a doença também causou danos nos músculos necessários para cantar. “É como se alguém estivesse estrangulando você, empurrando sua laringe e faringe quando ela sofre um espasmo”, detalhou.

A artista contou, ainda, que se sente constantemente incapacitada de cantar. “Era como falar e não poder subir ou descer [o tom]”, afirmou. Apesar disso, Céline Dion, aos poucos, tem retomado os compromissos profissionais e públicos após o período mais crítico.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost