Família de Chrystian participa da missa de sétimo dia da morte do cantor nesta quarta (26)

Artista morreu na semana passada após passar mal e ser internado em São Paulo

A família do cantor Chrystian, que fez dupla com o irmão Ralf, divulgou nesta terça-feira (25) o horário e local onde será realizada a missa de sétimo dia do cantor, um dos maiores nomes do sertanejo. O artista morreu na noite da última quarta-feira (20) após sofrer um choque séptico em decorrência de pneumonia agravada por comorbidades. Ele estava internado no Hospital Samaritano, em São Paulo.

Em uma publicação no Instagram, feita pelo perfil oficial de Chrystian em conjunto com o da viúva, Key Vieira, é anunciado que a cerimônia será realizada na quarta-feira (26), às 19h30, na paróquia Santuário Nossa Senhora da Salette, em Santana, São Paulo.

Em nota sobre o falecimento do artista, a família afirma que “sua voz inconfundível e sua paixão pela música trouxeram alegria e emoção aos fãs em todo o Brasil”, lembrando que ele “dedicou 60 anos de sua vida à música sertaneja, construindo uma carreira brilhante e marcada por inúmeros sucessos”.

Quem foi Chrystian?

Chrystian ficou famoso pela dupla sertaneja formada com o irmão, Ralf. A dupla Chrystian & Ralf iniciou a carreira em 1983 e se apresentou até o ano 2000. Após um ano sem atividades, voltaram a trabalhar juntos em 200, anunciando a separação definitiva em 2021. Juntos, venderam mais de 15 milhões de cópias de seus álbuns, acumularam milhões de views no YouTube e uma coleção de discos de ouro e platina.

Como Chrystian descobriu a doença?

Em entrevista ao programa Domingo Espetacular, da TV Record, no mês de maio, o cantor relatou ter descoberto a doença após notar uma “bola” durante exercícios abdominais: “Eu tava fazendo abdominal e falava com o personal, ‘preciso perder essa barriguinha’. Aí a gente fazendo abdominal um dia, parei descansando e vi uma bola enorme na minha barriga. Fui fazer exames, descobri que tinha um rim policístico, que estava com 11% funcionando”.

Durante os exames pré-operatórios, o cantor realizou um cateterismo e também descobriu um mau funcionamento de duas veias. Devido ao uso de medicamentos que afinam o sangue, teve que remarcar o transplante, que aconteceria, a princípio, no mês de março.

Na época, o cantor anunciou que estava internado no hospital HRIM (Hospital do Rim, da Fundação Oswaldo Ramos) e que seria operado em 11 de março. Depois, divulgou a necessidade de adiar a cirurgia por ter sido submetido a um cateterismo que demandaria uma medicação para afinar o sangue por seis meses, o que inviabilizou a realização da intervenção.

Ele chegou a publicar um comunicado nas redes sociais, afirmou que o transplante seria transferido para uma data mais próxima do fim do ano e recebeu apoio de seguidores e amigos.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost