Perna humana é encontrada por pescador às margens do Rio Acre; polícia investiga

Uma perna humana foi encontrado às margens do Rio Acre na noite desta quinta-feira (20), na Rua do Passeio, no bairro Taquari, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

A parte do corpo foi levada para o IML/Foto: ContilNet

Segundo informações da Polícia Civil, a perna encontrada às margens do Rio Acre pode ser de uma mulher identificada apenas como Vanessa que seria monitorada por tornozeleira eletrônica e também usuária de entorpecentes. A Polícia Civil informou que Vanessa foi sequestrada juntamente com outro homem na segunda-feira (17), e ambos foram submetidos ao “tribunal do crime” e sentenciado a morte por uma facção criminosa que domina o bairro Taquari. As investigações apontam que, após serem mortos, os dois teria sido enterrados em uma cova no barranco do Rio Acre.

Ao saber da morte de Vanessa, a família dela começou uma campanha de oração na igreja para que o corpo da vítima aparecesse. Os membros desta organização criminosa souberam desta campanha, se compadeceram com a situação e desenterraram somente Vanessa e jogaram o corpo dela que já estava em estado elevado de decomposição às margens do Rio Acre. A polícia suspeita que a mulher já estava há cerca de 4 dias morta.

A suspeita também é que algum animal, possivelmente um jacaré, tenha arrastado o corpo da vítima para dentro do rio e, como o cadáver estava em estado de decomposição, a perna direita da mulher ficou no barranco às margens do manancial.

Um homem que estava pescando em uma canoa na tarde desta quinta-feira (20) acabou visualizando a perna da vítima e rapidamente ligou para a Polícia Militar através do 190. Policiais militares do 2° Batalhão foram até o local e confirmaram a veracidade da informação.

O local foi isolado pelos PMs e foi solicitada a presença da perícia criminal, juntamente com os agentes de Necropsia para recolher o membro inferior das margens do Rio Acre.

Políciais civis avisaram o Corpo de Bombeiros, que afirmou que faria buscas no local para tentar localizar o restante do corpo de Vanessa. A Polícia Civil também realiza investigações para localizar o corpo do homem que estaria enterrado pela região, como também a autoria do duplo homicídio.

Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) colheram as primeiras informações e o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost