Rio Branco, Acre,


Governo quer contratar 25 servidores sem considerar 1,5 mil que aguardam convocação

Cadastro de reserva estagnou: existem 1,2 mil enfermeiros e técnicos selecionados em 2013 esperando oportunidade contratação

edital
Edital de 2013: aprovados podem ser chamados para trabalhar em qualquer unidade do Estado

O governo do Acre abriu processo seletivo nesta segunda-feira (17) para contratar 25 profissionais em saúde, distribuídos em oito categorias distintas, sem considerar que existem 1.554 candidatos aprovados em concurso público realizados em 2013.

Para todos os cargos que o governo pretende ocupar em 2015 já há uma fila de espera em cadastro de reserva formada nos últimos dois anos, que poderia ser utilizada sem a necessidade de nova seleção.

PUBLICIDADE

O edital publicado àquela época e ainda vigente, não  especificou as unidades de saúde onde os aprovados seriam lotados, e deixa claro que essa mão de obra deveria ser aproveitada em todos as  unidades.

Desta forma, todos os selecionados poderiam ser aproveitados em qualquer órgão mantido pelo Estado do Acre, inclusive no Instituto Penitenciário, uma autarquia estadual, objeto da seleção anunciada agora.

“Será excluído do certame o candidato classificado que for convocado e não aceitar lotação em qualquer das unidades constantes do município de sua opção”, de acordo com o item 4.3 do Edital nº 002, de novembro de 2013.

O novo edital, de 2015, prevê a escolha por meio de documentos e títulos, o que garante contrato de apenas dois anos, a fim de lotar servidores no sistema prisional, através do Instituto Penitenciário.

No concurso de 2013, os aprovados, se convocados, teriam segurança jurídica – um benefício que o Estado nega aos candidatos aprovados ao abrir nova seleção sem respeitar centenas de candidatos aptos esperando por uma oportunidade de emprego.

Consultada pela reportagem, a secretária de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, apresentou uma versão contraditória. Segundo ela, “não pode trabalhar numa penitenciária o candidato aprovado em concurso público para atuar nas Unidades de Pronto Atendimento e nos hospitais”.

Portanto, diz a secretária, “não será possível aproveitar o cadastro de reserva referente ao concurso de 2013, pois esse processo seletivo de 2015 é resultado de um convênio com Ministério da Justiça”.

A reportagem não encontrou, no edital de 2013, nenhuma orientação de que os aprovados deveriam trabalhar nas UPS´s ou nos hospitais, prevalecendo a indicação de que enfermeiro, técnicos em enfermagem e outros profissionais poderiam ser convocados para suprir a necessidade, inclusive no sistema prisional.

Perguntada se os profissionais recrutados deveriam ter uma formação específica para lidar com presos, a secretária disse que a capacitação é a mesma, sem exigências extras.

Enfermeiros

A reportagem de ContilNet, a partir de uma pesquisa no site da Fundação Carlos Bittencout (Funcab), identificou 915 enfermeiros selecionadas nos últimos dois anos, das quais apenas 197 chegaram a ser convocadas para trabalhar.

O novo edital prevê a contratação imediata de mais três enfermeiros, sendo outras duas vagas para cadastro de reserva. Para esta função, no entanto, 718 pessoas estão aprovadas, aguardando convocação há vários meses.

Técnicos em enfermagem

No concurso de 2013, o governo aprovou um quadro de reserva com 1.067 técnicos em enfermagem. Desse total, apenas 506 foram chamados, segundo o último edital de convocação.

Para este ano, a Secretaria de Saúde informa necessitar de mais sete técnicos, mas existem 504 candidatos aptos a exercer a função, também numa fila de espera que não anda.

Higiene bucal

Em 2014, foram aprovados 92 candidatos para o cargo de auxiliar em saúde bucal, dos quais apenas oito foram convocados.

Um ano antes, porém, em processo seletivo distinto, o governo mandou outros 73 candidatos ao cadastro de reserva, desta vez para “técnico em higiene dental”, e só chamou 2 até o momento.

Ao invés de convocar os aprovados, a Secretaria de Gestão e Administração agora prevê a contratação de outros três profissionais da área.

Quadro completo

Apenas os cargos de odontólogo, microscopista e auxiliar de farmácia não estão contemplados nos editais de 2013/2014, mas têm vagas abertas para este ano.

Farmacêutico-Bioquímic

Vagas abertas em 2015: 1 para contratação imediata e 1 para cadastro de reserva
Aprovados no processo seletivo de 2013: 49
Convocados: 18

Fisioterapeuta

Vagas abertas em 2015: 1 para contratação imediata e 1 para cadastro de reserva
Aprovados em 2013 49
Convocados: 27

Médico

Vagas abertas em 2015: 2 para cadastro de reserva
Aprovados em 2013: 80 aprovados dentro das vagas e reserva.
Convocados: 7

Nutricionista

Vagas abertas em 2015: 3
Aprovados em 2013: 47 dentro de vagas e reserva.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up