Rio Branco, Acre,


Cuidados fundamentais para quem usa aparelho ortodôntico

Para atingir os resultados de alinhamento desejados, é preciso seguir as orientações quanto a higiene, ajustes e alimentação

Usados no alinhamento dos dentes e em outros problemas odontológicos, os aparelhos ortodônticos exigem alguns cuidados para terem o resultado esperado, especialmente em relação à dieta e à alimentação de quem os adota.

Tudo começa com o tipo de aparelho recomendado pelo dentista. Por exemplo, quem usa o modelo fixo deve redobrar o cuidado na escovação para que nada fique entre os brackets – aquelas estruturas sobre os dentes unidas pelo fio ortodôntico, responsáveis pelo famoso sorriso metálico.

PUBLICIDADE

Cuidados necessários para quem usa aparelho nos dentes:

Crianças e adolescentes precisam de suporte dos pais para seguir as orientações quanto à escovação diária dia e atender o calendário das manutenções. Foto: iStock
É preciso manter o uso do fio dental, mas com o auxílio do passa fio dental . Foto: iStock

“O aparelho tem que ficar 100% limpo após a escovação, se necessário use escovas interdentais ou unitufos. O fio dental continua indispensável, mas nesse caso o paciente pode usar o apoio do passa fio”, explica Vanda Beatriz T. Coelho, presidente da câmara técnica de ortodontia do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

Já os aparelhos móveis devem ser higienizados com os produtos específicos, hoje eles podem ser encontrados em cápsulas, pastilhas e líquidos próprios.  Para a hora da alimentação, a dica de Vanda é manter o aparelho na caixinha apropriada – “nunca guarde em guardanapos, em cima da mesa, em casa, etc.”

Após a refeição, é preciso fazer a higienização com escova e fio dental antes de recolocar o aparelho. Para ambos os casos, um bom termômetro é olhar no espelho para verificar a qualidade da higienização.

No entanto, os cuidados não se restringem apenas a higienização após a refeição, mas também quanto aos alimentos ingeridos.  Uma escolha criteriosa da alimentação é fundamental.

“(A ordem é evitar) alimentos grudentos e pegajosos, aqueles muito duros como castanhas, pé-de-moleque, pipoca, ossinho de frango, bebidas gasosas como refrigerantes e aqueles alimentos ricos em açúcar. Como a higienização se torna mais difícil, se o paciente abusar do açúcar e de refrigerantes terá maiores chances de desenvolver cáries no esmalte dos dentes”, aponta Fernando Ferraz (CRO-SP 85843), dentista da Ferraz Odonto.

Use ainda o garfo e a faca para cortar os alimentos em porções pequenas para facilitar a mastigação e, posteriormente, a digestão.

O alinhamento dos dentes é o objetivo mais comum para o uso dos aparelhos ortodônticos
O alinhamento dos dentes é o objetivo mais comum para o uso dos aparelhos ortodônticos

Cuidados com a alimentação devem ser observados particularmente nos primeiros dias de uso do aparelho, quando é comum sentir dor. Na troca dos arcos ortodônticos, o especialista pode recomendar o consumo de alimentos frios e a mastigação eficiente – de maneira inconsciente, acabamos priorizando apenas um dos lados da boca ao comer, com essa técnica, o objetivo é mastigar mais vezes o alimento, de forma mais devagar e fazendo uso de todos os dentes para reforçar a musculatura.

 “Com o advento dos fios de alta tecnologia temos muito menos reclamação de dor após a ativação [do aparelho]”,  pondera Vanda. “Se o incômodo for muito intenso e diante de tudo que for diferente [às expectativas apontadas pelo especialista], a pessoa deve retornar ao ortodontista para checar”, alerta a especialista.

Por fim, pessoas que consomem constantemente alimentos ácidos ou tem histórico de anorexia nervosa, devem relatar o caso ao dentista para que ele possa prevenir o risco de reabsorção radicular, que pode, em casos mais graves, provocar a queda do dente.

Jovens e ajustes

Crianças e adolescentes precisam de suporte dos pais para seguir as orientações quanto à escovação diária dia e atender o calendário das manutenções.

“Nunca deve-se deixar de ir às consultas de manutenção. Pode haver algum fio ortodôntico fora do lugar que está prejudicando o tratamento”, ressalta Vanda.

As sessões de ajuste ou ‘apertamento’ valem para tanto parelhos fixos quanto para os móveis. “O aperto do aparelho varia conforme o tipo, os mais tradicionais podem ser apertados a cada quinze a vinte e um dias, por exemplo. A ortodontia é como uma musculação, enquanto está apertando, está fazendo resultado”, compara Fernando.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up