Rio Branco, Acre,


Governo decide fechar bares, restaurantes e proíbe festas no Natal e Reveillón no AC

Desta segunda (21) até o dia (1) de janeiro, bares e restaurantes terão limitação de 100 pessoas

Foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado do Acre, nesta segunda-feira (21), uma resolução sobre as atividades de bares, e bares, restaurantes, lanchonetes, barracas, casas noturnas, boates e similares , a partir de hoje até o dia 1 de janeiro.

Até 1 de janeiro de 2021, as atividades de bares, restaurantes, lanchonetes, barracas, casas noturnas, boates e similares e confraternizações de qualquer natureza em clubes, condomínios (nos espaços comuns e salões de festas), espaços públicos, hotéis, além de shows musicais e pirotécnicos, em ambientes abertos ou fechados, com ou sem a cobrança de ingressos, estarão limitadas a 30% da capacidade de ocupação do local, limitado até 100 (cem) pessoas, independentemente das próximas reclassificações que houver no período;

Além disso, o Comitê decidiu que vetar estas mesmas atividades a partir da 18h do dia 24 de dezembro até às 11h do dia 25 de dezembro, bem como de 18h do dia 31 de dezembro até às 11h do dia 1º de janeiro de 2021, sendo permitidas, no que couber, as modalidades de delivery e retirada no local.

Neste mesmo período, estão proibidas as aglomerações de pessoas em espaços públicos, como praças, parques e outros, cabendo aos órgãos de Segurança Pública exercer o apoio para garantir o cumprimento da resolução.

As recomendações se deram pois nas semanas epidemiológicas 49 e 50, observou-se um aumento de positividade relacionada ao exame RT-PCR, passando para um patamar de 28% e 44%, respectivamente, o que indica aumento da cadeia de transmissão por Sars-Covid nas últimas semanas; CONSIDERANDO que, no mês de dezembro, a taxa de ocupação de leitos clínicos no INTO, unidade de tratamento de referência para Sars-Covid 19, passou para 80,5% de ocupação, sendo que, em relação aos leitos de UTI, a taxa de ocupação atingiu 70,5%; CONSIDERANDO que, na rede assistencial privada, no mês de dezembro, os leitos clínicos e de UTI se esgotaram, sendo os pacientes encaminhados para a rede pública.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up