20.1 C
Rio Branco
21 maio 2022 7:09 am

PSB viu “avanços tímidos” em reunião com o PT por federação

POR IGOR GADELHA, METRÓPOLES

Última atualização em 20/01/2022 19:55

Lideranças do PSB classificaram os avanços em reunião com o PT, nesta quinta-feira (20/1), como “tímidos”. Tanto que os partidos já têm uma nova reunião agendada para próxima semana.

Dirigentes da sigla dizem que ficou acertado o apoio a candidatos petistas nos estados da Bahia, Sergipe, Piauí e Rio Grande de Norte. E espera, nas próximas semanas, bater o martelo para ter o apoio do PT em Pernambuco e no Espírito Santo.

Para eles, o mais complicado, agora, será estabelecer as regras para a criação da federação partidária.

Nas próximas eleições, dois ou mais partidos poderão se unir em uma federação partidária. Para as eleições, funcionará como uma coligação. A diferença é que as siglas terão de permanecer unidas, funcionando como um único partido pelos quatro anos seguidos.

Para a coluna, lideranças do PSB afirmam que é normal o PT buscar meios de ter a maioria dos nomes da federação. Eles, no entanto, buscarão um meio de utilizar a política e não apenas viabilidade apontada por institutos de pesquisa.

Os dirigentes lembram que Dilma Rousseff era o nome, em 2018, para o Senado em Minas Gerais. Mas que acabou não sendo eleita no estado.

O próprio presidente da sigla, Carlos Siqueira, defende publicamente que a escolha dos candidatos “vá além” de uma suposta viabilidade eleitoral.

O PSB, entretanto, prefere não revelar ainda qual será sua proposta de critérios para escolha de candidatos antes de debater as possibilidades com o PT.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.921 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.