23.3 C
Rio Branco
25 junho 2022 9:39 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O que diz Bolsonaro sobre o episódio entre Gladson e Bocalom – e a repercussão nos bastidores

O Blog do Ton é assinado pelo jornalista Ton Lindoso, editor-chefe do ContilNet, e traz os bastidores da política acreana, comunicação e sociedade

POR TON LINDOSO, DO CONTILNET

Última atualização em 21/03/2022 10:39

Sobre o assunto que movimentou o fim de semana da política acreana: eu estava lá. E vou contar, com alguns detalhes que sei, o que aconteceu. E qual a repercussão disso.

Após acalorado e aplaudido discurso, o governador Gladson Cameli foi cumprimentar diversas autoridades. Dentre elas, um vaiado Tião Bocalom, prefeito da capital acreana. Ao passar por Bocalom, ouviu de pé de ouvido um pedido: “Ô, governador. Peça para sua turma não fazer isso comigo não”.

No pé do ouvido Gladson ouviu, no microfone disponível à tribuna respondeu. “Vá tapar os buracos da cidade, estou à disposição”. Pegou mal para todo mundo.

Mais tarde, em um evento privado, Bocalom teria se dirigido a Bolsonaro para pedir desculpas pelo ocorrido. Bolsonaro o tirou dali e tiveram uma conversa. Naquele momento, só se falou sobre aquilo: que conversa foi essa que Bocalom teve com o presidente? De acordo com uma fonte, Bolsonaro se solidarizou: “Fique tranquilo. Não me deve desculpas”.

Em entrevista à imprensa, com trecho compartilhado em suas redes, Bolsonaro disse que, daquela conversa com Bocalom, “nasceu uma grande amizade”. Teria sido o prefeito convidado, pelo chefe do executivo federal, a fazer parte do elenco do PL? Não sei. Teria entrado Bocalom para o seleto grupo de amigos que o presidente tem no Acre? Também não sei. A única coisa que sei é que, às vezes, tiros saem pela culatra. E essa questão envolvendo Bocalom ainda não teve um desfecho. Mas, quando ele chegar, muita gente não vai gostar.

Deprimente

Apesar de novo, tenho quase dez anos de experiência com a arte que é comunicar-se com as pessoas. Em toda minha vida, nunca presenciei um espetáculo tão deprimente. Espero não mais assistir presencialmente esse tipo de coisa.

Disposição

Gladson disse que está à disposição do prefeito para resolver os problemas da cidade. Espero que esteja. O povo de Rio Branco precisa.

Murici

Esse problema envolvendo os dois grupos políticos teria fácil resolução se cada um praticasse a Lei de Murici: cada um que cuide de si. Mas parece que para, alguns envolvidos, não passa pelos planos um cessar-fogo. Enquanto isso, eu e você, contribuintes, pagamos uma estrutura pública que serve para isso: satisfazer interesses.

Samsung

Tempos atrás, o prefeito Tião Bocalom adquiriu equipamentos da marca Samsung e um executivo internacional da empresa disse que queria conhecer o gestor. Pois bem, nesta segunda-feira (21), Bocalom embarca para esse inesperado encontro. Que traga boas notícias aos rio-branquenses.

Cassação

As chances de Michelle Melo ter mandato caçado por infidelidade partidária são quase zero se ela for para um partido que faça parte da base do Governo. Até pouco tempo atrás, o caminho pensado era mais ou menos esse.

Cassação²

Com os recentes estresses com o governo, talvez a vereadora jogue tudo para cima. Acho que deve conversar com a família Santiago antes de tomar uma decisão final.

Cassação³

Se ouvir uma importante figura que orbita em torno dela, sairá a federal por um partido já definido.

Bom lembrar

Algo repetido por gestores de dentro e fora do Acre, da esquerda à direita e reproduzido pelo ministro Rogério Marinho em recente entrevista: um dos maiores desafios – e a maior missão – do poder executivo em cidades que enfrentam catástrofes naturais, é impedir que pessoas se alojem em áreas de risco. E retirar as que estão nessas áreas. É sempre bom lembrar isso.

Críticas

É sempre bom também medir as críticas aos gestores que lutam contra isso; se são construtivas ou não. No Acre, temos uma ferrenha luta contra os desastres causados por cheias e isso precisa acabar. Não dá para pensar em um Acre, daqui 10 ou 20 anos, que ainda enfrente esses mesmos problemas. Simplesmente não dá.

Bittar

Muita gente não sabe, mas o destino de Gladson envolvendo União Brasil ou PL passou por conversas com ninguém menos que senador Flávio Bolsonaro e Valdemar Costa Neto. Permanecendo no PP, não vejo como um fracasso de Bittar, como alguns levantam. Continuo vendo-o como o maior estrategista desse grupo.

Mirla Miranda

Uma feliz Mirla Miranda anunciou férias, a contar a partir desta segunda-feira (21). A porta-voz do Governo acompanhou de perto a agenda presidencial, sempre ao lado do irmão, deputado federal Alan Rick. O nome da minha querida colega foi ventilado nos bastidores, mais de uma vez, como uma das postulantes à Câmara Federal, com o irmão Alan concorrendo vaga no Senado. Boas férias, Mirla.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.