Rio Branco, Acre,


Carro dirigido por Alan em suposto racha que resultou na morte de Jonhliane é apreendido

Intenção é que o novo fusca, a exemplo da BMW que era conduzida por Ícaro José da Silva Pinto de 33 anos, também passe por perícias.

O juiz Alesson Braz da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar determinou nesta terça-feira (18), a apreensão do veículo New Beetle (chamado de novo fusca), que era conduzido por Alan Araújo de Lima, preso por participação num suposto racha que resultou na morte da jovem Jonhliane Paiva, de 30 anos, no dia 6 de agosto.

Alan, indiciado pelo homicídio, foi preso na última sexta-feira (’14).

PUBLICIDADE

Foi o delegado da 1ª Regional da Polícia Civil, Alex Dany, que fez o pedido para a apreensão do carro.
A intenção do delegado, responsável pelo inquérito, é que o novo fusca, a exemplo da BMW que era conduzida por Ícaro José da Silva Pinto de 33 anos, também passe por perícias.

Alex quer saber também, com base na coleta de impressões digitais, se além do condutor, outras pessoas estavam no automóvel e, ainda se existem marcas de colisão com a moto da vítima ou mesmo com o outro carro envolvido no suposto racha.

O novo fusca foi flagrado por câmeras de monitoramento em alta velocidade na Avenida Antônio da Rocha Viana. Nas imagens é possível ver quando o carro é ultrapassado pela BMW. Segundos depois, a jovem Jonhliane Paiva, que trafegava em uma motocicleta em direção ao trabalho, foi atingida pelo carro de luxo dirigido de Ícaro. Jonhliana morreu na hora. Nos próximos dias a polícia civil deve finalizar o inquérito.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up