26.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 12:31 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Blog do Ton: No MDB, Lourival é recebido com tapete vermelho e nega desavença com Rocha

O Blog do Ton é assinado pelo jornalista Ton Lindoso, editor-chefe do ContilNet, e traz os bastidores da política acreana, comunicação e sociedade

POR TON LINDOSO, DO CONTILNET

Última atualização em 01/04/2022 10:11

Devidamente instalado em sua nova casa, o ex-deputado Lourival Marques afirma estar feliz e pronto para o próximo desafio: as Eleições 2022. Ao Blog do Ton, ele conta ter sido muito bem recebido pelos cabeças brancas do glorioso. No dia de sua oficial chegada ao partido, ali estava Wherles Rocha, foto – por quem sentiu-se muito bem recebido; Rocha era, lá atrás, deputado que fazia oposição ao governo que Lourival defendia.

“Fui muito bem recebido pelo presidente do partido, deputado Flaviano Melo, o vice-presidente Vagner Sales, membros da executiva estadual Adalberto Ferreira, João Correia, Chagas Romão, Aldemir Lopes, Sérgio, ente outros como o nosso pré-candidato ao Governo Vereador Emerson Jarude e pelo vice-governador Rocha. Ainda não tive contato com a deputada Mara Rocha e nem com a deputada Jéssica Sales”.

Em um passado não tão distante, lá pelas bandas de 2014, setores da imprensa e membros dos bastidores da política repercutiam uma verdadeira confusão envolvendo o sumiço de algumas toneladas de milho, o que teria colocado os dois em pé de guerra. Lourival era secretário de Estado (Seaprof); Rocha, deputado. Ele nega categoricamente qualquer rixa com o atual vice-governador. “Não, nunca tive atrito com ninguém. Só faço amizades”.

Passadas algumas eleições do episódio curioso, a dupla encontra-se para mais uma disputa. Agora, no mesmo barco. Rocha e seu grupo trabalham para emplacar a irmã Mara como candidata ao Governo da sigla e há chances de sair à federal. Lourival vem para a Aleac.

Com as movimentações ainda em alta, o ex-deputado ainda não tem seu federal; deve estender sua decisão para além do dia 2 de abril. Será que poderia o destino colocar esses dois em uma dobradinha?

Contribuir

Lourival Marques: “Quero expressar minha alegria, minha satisfação e meu respeito por todos os membros da executiva, espero poder contribuir com MDB, com as políticas públicas do nosso Estado e principalmente me dedicar ao setor produtivo rural do nosso Acre”.

Contribuir²

Traçando caminho de volta à Aleac, quer defender a agricultura familiar. “Meu trabalho foi e sempre será para levar as políticas públicas para os que mais precisam, a agricultura familiar representa mais de 80% dos produtores do Acre e não podem deixar de ter um representante que discuta as políticas para melhoria do setor. Estarei sempre a disposição”.

Contribuir³

Curiosidades à parte, Lourival é um bom quadro. Fortalece a chapa de estadual do MDB. Torço para que faça bem sucedida campanha.

Título de eleitor

No Acre, o título de eleitor pode ser emitido de maneira presencial ou virtual. No site, outros serviços estão disponíveis, inclusive a possibilidade de incluir nome social no título. O endereço é esse: https://www.tre-ac.jus.br/.

Digam que fico

Acertando detalhes da ExpoAcre no Parque de Exposições, o secretário Nenê Junqueira (Sepa) foi perguntado sobre quem o substitui em caso de descompatibilização. Até aqui, Nenê foi cogitado para disputa de deputado federal pelo Republicanos. A resposta surpreendeu. “Ninguém me substitui. Eu permaneço”.

Márcia Bittar

Trilhando uma decisiva pré-candidatura ao Senado e mirando apoio de Gladson, Márcia Bittar (PL-AC) disse em entrevista ao apresentador Antônio Muniz, da TV Rio Branco, que a desistência da senadora Mailza Gomes (PP-AC) a fortaleceu.

Bolsonaro

‘Ficam me enchendo o saco para tomar vacina. Deixa eu morrer’. Do presidente Jair Bolsonaro.

Vice de Gladson

Com as mais recentes movimentações no jogo da política, a cadeira de vice de Gladson tem mostrado certa vacância. Acredito que o governador deva ter peso na escolha, mas seu grupo vai pensar estrategicamente para que o resultado final seja a coalisão de mais forças.

Não posso renunciar

“Não posso renunciar minha candidatura para alguém que tem 1% ou 2%, quando a gente tem lá 10%, 9%, 8%”. De Sérgio Moro, eleito por ele mesmo o melhor nome da terceira via. Ele desistiu da candidatura cerca de dois dias após a fala.

Pucallpa

Articulações com o governo do Peru para a construção de uma rodovia ligando o Acre à cidade de Pucalipa foram suspensas. O presidente Pedro Castillo enfrenta um processo de impeachment.

Podemos

O presidente do Podemos-AC, Ney Amorim, anunciou que o partido está com as chapas de pré-candidatos a Estadual e Federal consolidadas. Ele conta que a sigla segue firme para a disputa nas Eleições 2022.

Cobertura completa

De quinta (31) para sexta (1º), nosso jornalismo permaneceu na ativa, para levar até você, em primeira mão, tudo que aconteceu nas negociações dos reajustes dos servidores na Aleac. Até as primeiras horas desta manhã, a sessão que durou mais de intensas 16 horas teve reviravoltas e não poderia deixar de destacar o trabalho da minha competente colega, Nany Damasceno.

Para você que não acompanhou tudo, separei aqui uma pequena linha do tempo, em ordem temporal, com alguns acontecimentos marcantes desse intenso episódio:

  1. Delegados conseguem reajuste de 7% e agentes da Civil tentam negociar auxílios de R$ 1 mil
  2. Cargos comissionados serão contemplados com auxílio alimentação do Governo, diz Nicolau
  3. Governo do Acre autoriza a convocação de 201 novos professores efetivos
  4. Emenda que eleva percentual de reajuste para os servidores a 10% é aprovada em Comissão da Aleac
  5. Após Podemos se posicionar contra projetos do Governo, Gladson lança Diário Oficial extra exonerando cargos de Calegário
  6. Calegário sobre exonerações de indicados no Governo: “Sabe quanto custa apoiar um servidor? Uma edição extra do Diário Oficial”
  7. Aleac aprova PL que concede auxílio de até R$ 2 mil para policiais militares
  8. Deputados derrubam emenda de 10% e reajuste dos servidores públicos no Acre é aprovado em 5,42%
  9. Após mais de 16 horas de intensos diálogos, deputados vão até a madrugada e aprovam 24 projetos de lei
Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.